Pub

De acordo com a mesma fonte, a interdição, que começou por abranger apenas a zona costeira entre Vila Real de Santo António e Tavira estende-se agora também até Vilamoura, numa extensão de cerca de 60 quilómetros.

As autoridades estão a avisar os pescadores e os apanhadores de bivalves para não capturarem bivalves devido a uma toxina que pode ser prejudicial para os consumidores.

A interdição temporária, que inibe a apanha e comercialização de todo o tipo de bivalves, foi inicialmente implementada no sábado pelas autoridades que tutelam os recursos biológicos.

Ao quarto dia, a interdição foi alargada até Vilamoura, abrangendo as áreas de jurisdição da Autoridade Marítima de Faro, Olhão, Tavira e Vila Real de Santo António.

Lusa

Pub