Pub

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

Três jovens algarvias, uma da paróquia de Estoi e mais duas também do concelho de Faro que preferiram não ser entrevistadas por Folha do Domingo, partem amanhã em missão para a Índia.

Cristiana Leocádio, de 24 anos, educadora de infância e natural da freguesia de Estoi, e restantes duas missionárias algarvias, serão ainda acompanhadas por uma outra jovem alentejana de Reguengos de Monsaraz.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

As missionárias vão trabalhar com a população e com as crianças de um orfanato nas aldeias de Relua e Dediapada – pertencentes ao estado de Gujarat, no oeste da Índia, que faz fronteira a norte com o Paquistão – onde a congregação das Carmelitas Missionárias têm comunidades.

A missão será realizada através da Prokarde, ONG daquela congregação religiosa que promove projetos de desenvolvimento em diversos países.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

Em entrevista ao Folha do Domingo, Cristiana Leocádio explicou que sempre gostou de fazer voluntariado, tendo chegado a trabalhar como voluntária na pediatria do Hospital de Faro, por via de um projeto realizado através da escola secundária. A jovem assegura que desde há muito tempo que sentia vontade de realizar uma missão num outro país. “O «clique» foi no Convívio Fraterno nº 1255”, conta, referindo-se à sua participação em Outubro de 2014 no encontro do Movimento dos Convívios Fraternos. Naquela atividade conheceu a irmã Leonor Caracóis, carmelita missionária, que lhe contou de outra rapariga que também gostaria de fazer uma experiência missionária.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

Com aquela religiosa conheceu os projetos missionários que as Carmelitas Missionárias desenvolvem em vários países, conheceu outras jovens com o mesmo desejo de voluntariado missionário e iniciou uma caminhada de preparação para ir em missão. “Criámos um grupo e chegámos a ir um fim-de-semana para Cachopo para trabalhar com idosos, entre outros encontros de preparação para a missão”, lembra, acrescentando também a participação num encontro em Madrid com todos os voluntários que vão este ano em missão através das carmelitas missionárias, no qual participou também Dina Rochate em missão no Malawi.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

Na eucaristia do passado domingo na sua paróquia, na qual teve lugar a bênção e o rito de envio presididos pelo pároco, a jovem algarvia agradeceu ao padre, ao diácono e aos restantes membros da comunidade por todo o apoio. “Eu não sabia o que era o chamamento de Deus. Agora sei porque fui chamada”, acrescentou.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

O pároco explicou que a paroquiana “sentiu o apelo de ir para o outro lado do mundo porque sentiu que era lá que Deus a queria”. O padre Miguel Neto frisou ainda ser “uma honra” para a paróquia de Estoi “ter alguém que vai fazer uma missão”. “Estamos todos representados na Cristiana”, acrescentou, garantindo que “ela vai e vem mais rica”. “Espero que haja outros jovens que sigam o exemplo. Leva-me contigo e leva cada um de nós e faz o melhor que possas para um pouco de ti ficar lá”, pediu o prior, que a exortou a ler a biografia de São João de Brito.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

“Não te preocupes em anunciar o evangelho através de palavras. Isso não adianta. Preocupa-te sim, em mostrar com a tua atitude aquilo que és. Se és cristã, tem atitudes cristãs. Eles não precisam de palavras, precisam de atitudes. Coloca sempre em primeiro lugar as explicações em proveito da pessoa e só depois as explicações doutrinárias que possam pedir-te. Esquece todos os preconceitos que possas ter em relação ao que é lógico. O que para nós é lógico, no Oriente é ilógico”, pediu-lhe ainda o pároco.

Cristiana Leocádio regressará no dia 11 de agosto.

Na eucaristia foram igualmente enviados os cinco jovens da paróquia que irão participar este mês na Jornada Mundial da Juventude na Polónia.

Pub