Pub

Esta vigília de oração deu início à 49ª Semana de Oração pelas Vocações que teve início no dia seguinte e se prolonga até ao próximo domingo (29 de abril). Foi presidida pelo padre Pedro Manuel que começou por enaltecer a vocação como um dom de Deus, fazendo uma síntese da mensagem do Papa para a Semana de Oração pelas Vocações para este ano, onde a comunidade é apresentada como o lugar do nascimento da vocação.

Na homilia da vigília que conteve um momento de adoração diante do Santíssimo Sacramento, o responsável pela Pastoral Vocacional algarvia referiu que o sacerdote age sempre pela força do Espírito Santo e não atua em nome próprio. Essa ação do Espírito Santo, através do sacerdote, acontece sobretudo na Eucaristia. Para além disso, incentivou os presentes a agradecer ao Senhor as vocações surgidas, pedindo igualmente ajuda para o discernimento de todos aqueles que se interrogam.

Interpelou, diretamente os jovens presentes a se questionarem diante do Santíssimo Sacramento sobre o projeto de vida que Deus tem para eles. Enalteceu a fidelidade e a coragem que são necessárias para abraçar e a anunciar o amor que Deus tem por nós. “O mundo necessita de homens apaixonados por Jesus Cristo para anunciar com a vida que o sentido profundo dessa vida é anunciar Cristo ressuscitado”, referiu o padre Pedro Manuel, no final da sua homilia.

A parte final da vigília foi um constante sublinhar da vocação como um dom do amor de Deus pela Humanidade e pela Igreja.

Também o bispo do Algarve se referiu no último domingo à semana em causa, pedindo aos algarvios que tenham presente ao longo da mesma os sacerdotes algarvios, “particularmente os mais idosos e doentes”, assim como os seminaristas. D. Manuel Quintas pediu, na eucaristia da Festa Grande da Mãe Soberana, em Loulé, aos católicos invoquem ao “Senhor da messe que mande trabalhadores para a sua messe”. “Queremos invocar de Deus este dom mas também queremos merecê-lo, abrindo-nos sempre mais à urgência de que, na nossa Igreja diocesana, haja anunciadores da palavra, testemunhas de Cristo ressuscitado e, sobretudo, de jovens que consagrem plenamente a sua vida a Cristo e ao evangelho”, disse o prelado.

Hoje, o Secretariado Diocesano da Pastoral Vocacional promove, na igreja de Vilamoura, pelas 21h, uma vigília de oração cantada, igualmente no âmbito da Semana de Oração pelas Vocações.

Miguel Neto
Pub