Pub

O crime ocorreu numa residência de imigrantes, na área de Almancil, concelho de Loulé, na madrugada de segunda feira, onde a vítima havia entrado para confraternizar com um dos moradores", disse a mesma fonte da PJ.

O agressor, de 40 anos, terá solicitado silêncio aos compatriotas porque precisaria de descansar e como não foi levado a sério saiu do seu quarto munido de uma pistola transformada, de calibre 6,35 mm, e disparou um tiro que atingiu a vítima na cabeça.

O sub-diretor da Diretoria do Sul da Polícia Judiciária, João Neto, adiantou à agência Lusa que o agressor e a vítima já teriam "questiúnculas no passado".

Segundo a PJ, o agressor foi de imediato desarmado e impedido de fugir pelos colegas que se encontravam na residência de estrangeiros até à chegada das autoridades policiais.

A PJ informa ainda que a vítima está em coma irreversível no Hospital Central de Faro.

O detido foi presente às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório judicial e viu-lhe ser aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Lusa

Pub