Breves
Inicio | Igreja | Junta de Freguesia de Portimão distribui 600 cabazes de Natal com ajuda dos escutas e outros voluntários

Junta de Freguesia de Portimão distribui 600 cabazes de Natal com ajuda dos escutas e outros voluntários

"É um gesto para minimizar o sofrimento de pessoas que se encontram em situação precária, sem emprego e sem dinheiro para comprarem produtos para celebrarem a época natalícia", disse à agência Lusa Ana Figueiredo, presidente da Junta de Freguesia de Portimão.

"Há cada vez mais pessoas com grandes dificuldades económicas, registando-se um aumento significativo da chamada pobreza envergonhada, ou seja, pessoas que tinham uma vida equilibrada e organizada e que, de um momento para o outro, se viram despejadas desse conforto", referiu Ana Figueiredo.

O projeto solidário repete-se há vários anos, sendo os cabazes compostos, na sua maioria, por produtos de primeira necessidade, como bacalhau, azeite, arroz, massas, leite, farinha, açúcar e enlatados.

"No ano passado distribuímos também bolo-rei, mas este ano optamos por substitui-lo por outros produtos de primeira necessidade", observou Ana Figueiredo.

A entrega dos cabazes decorreu durante um almoço solidário que juntou mais de 700 pessoas, iniciativa que contou com o apoio de várias entidades ligadas ao comércio de Portimão.

Redação com Lusa

Verifique também

Bispo do Algarve desafiou cristãos a crescerem na “consciência social de atenção” aos pobres

No último domingo, em que a Igreja assinalou o III Dia Mundial dos Pobres, o …