Pub

Entre as comemorações do Dia da Cidade destacam-se, no dia 24 de janeiro, diversas ações de promoção turística e o lançamento do livro "Legado do Conde de Ferreira no Algarve", agendados para o centro cultural daquela cidade algarvia.

"Pretendemos assinalar a elevação a cidade com a cumplicidade dos promotores turísticos, no sentido de potenciar a atração turística, através do património cultural e histórico", disse à agência Lusa o presidente, Júlio Barroso.

De acordo com o autarca, as comemorações da elevação de Lagos a cidade "não serão condicionadas" pela crise económica nem pelas dificuldades financeiras do município.

"O Dia da Cidade representa um dos momentos mais significativos da história local, mas nunca as festividades tiveram gastos fora do comum", sublinhou.

Segundo o autarca, "a festa é mais de cariz cultural, com destaque para os recursos culturais, históricos e identidade enquanto cidade dos Descobrimentos".

Lagos foi elevada à categoria de cidade em 1573 por Dom Sebastião, antes da sua partida para Alcácer-Quibir, tendo-lhe sido atribuído o foral por D. Manuel I, em 1504.

Esta distinção levou à instalação na cidade dos governadores do Reino do Algarve.

Lagos é também destacada como a cidade de onde partiram as primeiras caravelas que abriram o caminho aos Descobrimentos marítimos.

Lusa

Pub