Pub

A AMAL anunciou no início do mês que iria pedir uma reunião ao primeiro ministro, José Sócrates, para tentar convencer o Governo a adiar a introdução de portagens na A22, prevista para entrar em vigor até 15 de abril, enquanto a requalificação da Estrada Nacional 125 não estivesse concluída.

Em declarações à agência Lusa, o líder dos socialistas no Algarve, Miguel Freitas, considerou hoje que, como “a AMAL solicitou uma reunião ao governo, deve também solicitar uma reunião com carácter de urgência com Pedro Passos Coelho, já que qualquer medida que venha a ser tomada no domínio das portagens tem um impacto orçamental e deve ser tomada neste período de discussão do Orçamento do Estado”.

O dirigente considerou que “este é o momento de sensibilizar o PSD para esta questão”.

Miguel Freitas lembrou que os socialistas algarvios sempre consideraram que a introdução de portagens na Via do Infante só deve acontecer quando “houver uma alternativa” e um plano de mobilidade e transportes públicos para a região.

“Continuamos a dizer e sempre defendemos que só devia haver portagens na Via do Infante quando houvesse condições: a EN 125 vai estar em obras no próximo ano e vai estar concluída em meados de 2012, portanto foi nesse quadro a AMAL entendeu, e bem, solicitar reuniões ao governo. E do meu ponto de vista deve agora solicitar também uma reunião ao PSD”, explicou.

Lusa

Pub