Inicio | Sociedade | Luís Coelho reclama 3,2 milhões à Naval 1º de Maio

Luís Coelho reclama 3,2 milhões à Naval 1º de Maio

Luis_coelhoO antigo presidente da Câmara de Faro, Luís Coelho, é o maior credor da Associação Naval 1.º de Maio, reclamando 3,2 milhões de euros no Plano Especial de Revitalização (PER) que o clube da Figueira da Foz apresentou em tribunal.

De acordo com a lista provisória de credores do PER da Naval, publicada no portal Citius na passada sexta-feira e a que a agência Lusa teve acesso, Luís Manuel Fernandes Coelho, antigo presidente da Câmara e Assembleia Municipal de Faro, reclama 3,24 milhões de euros, fundamentados por um empréstimo feito ao clube.

O segundo maior credor de uma lista de 13 entidades e particulares – que, no total, reclamam quase 10 milhões de euros – é a Autoridade Tributária, com 3,11 milhões de euros de créditos reclamados, relativos a impostos.

A construtora Somague quer ser ressarcida de cerca de 1,6 milhões de euros – relacionados com obras feitas no estádio municipal José Bento Pessoa, cedido à Naval 1.º de Maio por protocolo assinado com a autarquia local – e a Sociedade Anónima Desportiva (Naval Futebol SAD) do clube da Figueira da Foz inscreve no PER cerca de 1,4 milhões de euros de dívida, por conta de um empréstimo.

A lista integra ainda, entre outros credores, o Banco BIC (258 mil euros), a Segurança Social (com quase 155 mil euros) e o antigo diretor desportivo do clube, Nuno Cardoso, com 72,4 mil euros de créditos reconhecidos.

Verifique também

Insólito: Solo “engole” carro em Olhão devido ao rebentamento de uma conduta

O rebentamento de uma conduta na via pública, em Olhão, provocou hoje a queda de …