Pub

Os 103 participantes com idades compreendidas entre os 8 e os 40 anos, sendo a faixa etária mais representativa dos 8 aos 17 anos, debateram o tema “Eucaristia, Mistério da Fé”, inspirado no Ano Pastoral da Fé e, consequentemente, na frase “Concedei-me uma fé humilde e forte, alegre e generosa, pronta para vos testemunhar e servir” retirada da oração do acólito, segundo Marco Matos, presidente do Centro Diocesano de Acólitos (CDA).

Este encontro, que se realiza «em paróquias do barlavento e do sotavento, alternadamente, de forma a envolver mais participantes», teve como objetivo «dinamizar os acólitos da diocese, promover laços, fazer amizades e trocar impressões porque é sempre importante não nos restringirmos apenas à nossa paróquia, mas sim a outras realidades. É importante este convívio, esta formação, para termos uma abertura maior, novos conceitos e novas formas de acolitar», adiantou o presidente da CDA à Folha do Domingo.

Durante os dois dias, os acólitos tiveram diversas atividades, nomeadamente, uma vigília na noite de sexta-feira e o visionamento de um filme, trabalhos de grupos, momentos lúdicos, entre outras durante o dia de sábado. O encontro culminou com a renovação do compromisso dos acólitos na eucaristia presidida pelo bispo do Algarve, D. Manuel Quintas.

O balanço é positivo e «ficámos satisfeitos com os participantes. É gratificante para nós, pois não esperávamos tantos acólitos. Para além disso, penso que foi produtivo, muito para além do que é a vigília, as atividades e a missa, porque acaba por se cultivar laços de interação entre as pessoas. Aquilo que fica quando saímos daqui, é muito gratificante», remata Marco Matos.

Para além desta atividade que é considerada «a mais importante», o CDA organiza durante o ano um dia desportivo, «dedicado apenas e exclusivamente à prática de desporto», participa no Encontro Nacional de Acólitos, em Fátima, no dia 1 de maio e promove encontros de formação e uma reunião, em setembro, destinada apenas aos responsáveis, onde é divulgado o programa pastoral.

Lúcia Costa

Pub