Pub

Um deles é o frei José Santos Ferreira, franciscano, oriundo da diocese de Lisboa, onde esteve durante três anos na igreja de Santo António, para colaborar agora com a comunidade franciscana algarvia.

Pela primeira vez no Algarve, o sacerdote tem um longo historial como missionário, tendo estado em Moçambique (13 anos), Alemanha (2 anos), África do Sul (18 anos), Israel (1 ano) e Egito (3 anos). Em Portugal, para além de Lisboa, esteve na paróquia de Olaia (Lamarosa – Torres Novas) (4 anos), em São Miguel (Açores) (3 anos) e na Terceira (Açores) (3 anos).

Também Alcinda Ferreira Teixeira, consagrada do Instituto Secular das Cooperadoras da Família, regressou agora para o Algarve. Veio da Póvoa do Varzim, na Diocese do Porto, embora já tenha estado no Algarve em 1986.

É diretora técnica e pedagógica da creche da Obra de Santa Zita que aquele instituto dirige em Faro.

No Algarve há, neste ano pastoral de 2010-2011, 114 consagrados a trabalhar, sendo que 90 são religiosas de 16 comunidades, 16 são religiosos (15 padres e um irmão) e oito são membros de um instituto secular (Instituto Secular das Cooperadoras da Família).

Samuel Mendonça

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Pub