Pub

Inaugurado a 24 de março, no Porto, o Mama Help disponibiliza consultas e aconselhamento nas valências de psicologia, fisioterapia, yoga, acupuntura, reiki, naturopatia, imagem, aconselhamento jurídico, osteopatia e nutrição.

O projeto nasceu da constatação de que em Portugal existe “uma lacuna, um vazio quase total” nesta área, “não existindo locais que, de uma forma integrada e profissionalizada, possam constituir o suporte necessário aos doentes com cancro da mama”.

Seis meses depois, a diretora do Mama Help, Maria João Cardoso, congratulou-se com os resultados obtidos e revelou à Lusa que “estão a ser feitos esforços” para abrir mais dois centros, um em Lisboa e outro na zona do Algarve.

“Temos a massa crítica humana, falta apenas o espaço físico para as instalações dos dois centros”, afirmou a promotora e responsável do centro Mama Help.

Maria João Cardoso é professora na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e dirige a Cirurgia Mamária da Unidade de Mama da Fundação Champalimaud.

O Mama Help, que reúne no mesmo espaço físico todo o suporte não médico, desde o apoio psicológico ou nutricional às terapias complementares, irá contar “em breve” com uma nova rubrica que resulta de uma colaboração com a Faculdade de Desporto da Universidade do Porto.

“Vamos ter exercício físico na recuperação do cancro, que estará disponível gratuitamente para quem quiser participar. O racional centra-se no facto de o cancro e os tratamentos provocarem falta de força física e cansaço que podem ser prevenidos ou mais facilmente combatidos com um programa de prevenção e/ou recuperação centrado no exercício”, explicou a cirurgiã.

Em outubro, mês da prevenção do cancro da mamã, o Mama Help irá promover, dia 19, um “Open Day”.

“Nesse dia, as pessoas poderão frequentar livremente o centro sem pagar. Simultaneamente, com as consultas normais, iremos fazer pequenas apresentações temáticas ao longo do dia”, esclareceu Maria João Cardoso.

O centro “Mama Help” tem um Conselho de Curadores e um Conselho Científico. O primeiro integra nomes como Sobrinho Simões, Amélia Cupertino de Miranda, Antónia Cadilhe, Maria José Azevedo, Raquel Seruca, Rui Mota Cardoso, Leonor Beleza e Francisco Carvalho Guerra, entre outros.

O Conselho Científico é composto por cirurgiões, patologistas, radioterapeutas, psiquiatras, oncologistas, enfermeiras, imagiologistas, nutricionista, um biólogo e um cirurgião plástico.

Sem fins lucrativos, o Centro de Apoio a Doentes com Cancro da Mama está instalado na Ordem da Trindade (embora com gestão autónoma), no centro do Porto. Dispõe de um website que disponibiliza informação sobre a doença e sobre as sessões de esclarecimento que são organizadas para a população.

Lusa
Pub