Pub

Perante uma plateia de menos de uma centena de pessoas, discursaram alguns dirigentes sindicais.

"Hoje é mais um dia da luta que tem de ser travada contra estas opções políticas" que "não são para tirar o país da crise", advogou Ana Simões, coordenadora do Sindicato dos Professores da Zona Sul.

António Gamboa, delegado sindical dos maquinistas algarvios, afirmou que a adesão à greve no seu setor foi de 100%, pedindo a "demissão deste governo" que "já não tem legitimidade democrática".

Esta concentração contou, também, com as atuações musicais do grupo ‘S’mente’ e dos músicos de intervenção António Hilário e Luís Garrito, e com a presença da Associação Recreativa e Cultural de Músicos.

Rúben Oliveira
Pub