Pub

A tripulação de um navio da Marinha Portuguesa detetou na segunda-feira à tarde ao largo da ilha da Culatra, um fardo de 38 quilos de haxixe, informou aquela instituição.

Em comunicado, a Marinha adiantou que o fardo de droga foi detetado a flutuar pela guarnição do navio “Cisne” a cerca de 3,5 milhas náuticas (aproximadamente 6,5 quilómetros) a sul da costa da ilha da Culatra.

Este é o segundo fardo a ser encontrado nos últimos dias naquela zona, já que, durante o último fim de semana, o pessoal da empresa municipal de limpezas de Faro detetou outro fardo de haxixe, que deu à costa junto à ilha da Culatra.

O fardo foi detetado durante uma ação de vigilância e patrulha na zona do Cabo de Santa Maria, tendo sido recolhido e posteriormente entregue ao Comando Local da Polícia Marítima de Olhão.

A Marinha aproveitou para alertar a comunidade piscatória e a população em geral para, quando detetar objetos com formato suspeito no mar ou junto a costa, evitar tocar-lhes e alertar de imediato a Polícia Marítima local.

O Navio da República Portuguesa “Cisne” encontra-se em missão na zona marítima do Sul desde abril, onde permanecerá até meados de junho.

Pub