Pub

De acordo com o comandante da Zona Marítima do Sul, Marques Ferreira, os dois veleiros foram socorridos praticamente na mesma zona – um de manhã e outro durante a tarde – a cerca de cinco milhas a sul de Faro.

Marques Ferreira explicou que um dos veleiros, de bandeira alemã, com duas pessoas a bordo, tinha uma avaria no sistema de propulsão e “como não existia vento, encontrava-se à deriva, impedido de navegar e de chegar ao porto".

O outro, de um navegador solitário, “estava a meter água”, tendo a Marinha efetuado o reboque das duas embarcações para Olhão com o salva-vidas estacionado em permanência naquele porto.

O responsável pela Zona Marítima do Sul observou que as tripulações de ambas as embarcações nunca estiveram em perigo, e chegaram a terra em segurança.

Segundo Marques Ferreira, o apoio e reboque da Marinha a este tipo de embarcações, com diverso tipo de avarias, “é comum” durante a época de verão.

“Os pedidos de auxílio à Marinha sucedem-se com maior frequência durante o verão, altura em que aumenta o tráfego marítimo deste tipo de embarcações ao largo do Algarve”, concluiu.

Lusa

Pub