Pub

Sob aviso laranja – situação meteorológica de risco moderado a elevado – estão os distritos de Viana do Castelo, Vila Real, Bragança, Aveiro, Coimbra, Viseu, Castelo Branco, Leiria, Lisboa, Santarém, Setúbal e Faro.

O IM colocou sob aviso amarelo – o segundo menos grave de uma escala de quatro, referindo-se a "situação de risco para determinadas actividades dependentes da situação meteorológica – os distritos de Braga, Porto, Guarda, Portalegre, Évora e Beja.

Para hoje, o IM prevê tempo frio com céu pouco nublado ou limpo, aumento temporário de nebulosidade em especial no litoral, onde há a possibilidade de ocorrência de aguaceiros fracos, e vento fraco a moderado do quadrante Norte, soprando temporariamente forte no litoral até ao início da manhã e nas terras altas.

Quanto às temperaturas, em Lisboa prevê-se uma máxima de 11 graus Celsius em Lisboa, 9º no Porto, 4º em Bragança e Portalegre, 1º na Guarda, 7º em Castelo Branco e 11º em Faro.

Cerca das 06:00 de hoje, o IM registava uma temperatura de -7,6º, a mais baixa no país, mas verificavam-se também valores negativos em Bragança (-2,4º), no Porto (-0,3º), em Vila Real (-0,8º) e em Portalegre (-0,3º).

A Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) aconselha a população a ter alguns cuidados para enfrentar as temperaturas baixas, como utilizar várias camadas de roupa ou ventilar as casas quando se acenderem lareiras.

Em comunicado, a ANPC refere a necessidade de utilizar várias camadas de roupa em vez de uma única peça de tecido grosso e de evitar roupas muito justas.

A importância da "necessária ventilação das habitações quando se utilizam lareiras ou braseiras" é outra recomendação aos portugueses, quando o Instituto de Meteorologia prevê que os próximos dias apresentem uma diminuição acentuada das temperaturas, principalmente nas regiões do interior do país.

Evitar actividades físicas intensas, que obriguem o coração a um maior esforço, "uma vez que o ar frio não é bom para a circulação sanguínea", e ter uma condução prudente, nomeadamente nas vias propensas à formação e persistência de gelo, também são procedimentos adequados a estas condições climatéricas, ainda segundo a ANPC.

Segundo o Instituto de Meteorologia, as regiões da Beira Alta e de Trás-os-Montes vão registar temperaturas mínimas negativas pelo menos até sábado, mas o frio sentido em Portugal é normal para esta época do ano.

Pub