Pub

Na sua mensagem para a Quaresma que hoje se inicia com renovado apelo à conversão pessoal, o bispo do Algarve realça que “converter-se significa acreditar em Jesus e tornar-se seu discípulo”.

Convertei-vos a acreditai no Evangelho constitui, igualmente, o pórtico de entrada na Quaresma. Apelo renovado anualmente pela Igreja, em quarta-feira de cinzas, com o objetivo de abrirmos o nosso coração e a nossa vida à misericórdia de Deus, de modo a renovarmos a nossa fé no Ressuscitado e a reafirmarmos a nossa adesão pessoal a Cristo e ao Evangelho, à luz do dinamismo presente no mistério pascal”, escreve D. Manuel Quintas no documento que hoje foi divulgado.

O bispo diocesano lembra que o “alimento indispensável” para prosseguir nesse caminho de conversão é “a escuta mais assídua da Palavra de Deus”, “a oração mais sincera, que aproxima de Cristo e é reflexo da vida”, “o jejum, que vai muito além do privar-se de alimento” e “a esmola, que traduz o caminho de conversão na partilha fraterna e solidária”.

Citando a mensagem do papa Francisco para esta Quaresma, D. Manuel Quintas reforça que “a Páscoa de Jesus não é um acontecimento do passado”. “Pela força do Espírito Santo é sempre atual e permite-nos contemplar e tocar com fé a carne de Cristo em todos os sofredores do nosso tempo. Colocar o Mistério pascal no centro da vida significa sentir compaixão pelas chagas de Cristo crucificado presentes nas inúmeras vítimas inocentes das guerras, das prepotências contra a vida desde a do nascituro até à do idoso, das variadas formas de violência, dos desastres ambientais, da iníqua distribuição dos bens da terra, do tráfico de seres humanos em todas as suas formas e da sede desenfreada de lucro, que é uma forma de idolatria”, prossegue.

D. Manuel Quintas preside esta noite, pelas 21h, à celebração de Quarta-feira de Cinzas na catedral de Faro.

A Quaresma é um período de 40 dias (excetuando os domingos), marcado por apelos ao jejum, partilha e penitência, que serve de preparação para a Páscoa, a principal festa do calendário dos cristãos.

Pub