Pub

Batata_doceGelados, biscoitos ou pão são alguns dos produtos que podem ser degustados no festival da batata-doce de Aljezur, entre sexta-feira e domingo, evento gastronómico que espera receber cerca de 40 mil visitantes.

Certificada com Indicação Geográfica Protegida, a batata-doce da variedade ‘Lyra’ pode ser apreciada em pratos da gastronomia tradicional da região ou comprada ensacada, durante os três dias do festival, no espaço multiusos de Aljezur.

Em declarações à agência Lusa, o vereador com o pelouro dos eventos na autarquia, António Carvalho, adiantou que a edição deste ano “vai apresentar algumas surpresas, nomeadamente transformados que têm como base o tubérculo, como o gelado de batata-doce”.

“É um espaço onde os visitantes podem ficar a conhecer alguns dos segredos da batata-doce, um verdadeiro tesouro da culinária, utilizado em receitas de pratos principais, doces e em bebidas”, sublinhou.

No recinto podem ser degustados pratos típicos locais confecionados das mais variadas formas, como a couvada, o polvo da Arrifana, a feijoada, os enchidos, o pão, o pastel de nata, os gelados, a aguardente e a caipirinha de batata-doce.

António Carvalho estima que durante os três dias do festival “sejam consumidas e vendidas cerca de 30 toneladas daquele tubérculo, pelos cerca de 40 mil visitantes”.

“Creio que poderemos ultrapassar as 30 toneladas vendidas na edição de 2015, tendo em conta a qualidade do produto, com uma classificação única no país e a recetividade que o evento tem registado ao longo das suas dez edições”, destacou.

Segundo o autarca, o festival tem sido um dos dinamizadores da economia local, ao promover um produto que, nos últimos três anos, fez surgir cerca de duas dezenas de pequenas empresas de transformação no concelho, e a criação de postos de trabalho.

“Só nos últimos seis meses foram criadas seis a sete pequenas empresas, ajudando à subsistência da população de Aljezur”, destacou.

Na décima edição do festival da batata-doce de Aljezur participam cerca de cem expositores, registando-se a presença, também, de vendedores de artesanato e de produtos tradicionais do Algarve.

No evento estarão ainda presentes chefes de cozinha que, ao vivo, vão ensinar algumas formas de confecionar a batata-doce.

O festival funciona entre sexta-feira e domingo, das 12:00 às 24:00, sendo a entrada e o estacionamento gratuitos.

Pub