Breves
Inicio | Sociedade | Ministério Público acusa cinco homens por 27 furtos qualificados no concelho de Loulé

Ministério Público acusa cinco homens por 27 furtos qualificados no concelho de Loulé

O Ministério Público formalizou a acusação de cinco homens suspeitos de serem autores de vários furtos qualificados no concelho de Loulé entre 2015 e 2017, anunciaram na sexta-feira as autoridades.

Em comunicado, a Comarca de Faro explica que três dos arguidos foram detidos no passado mês de fevereiro pelo núcleo de investigação criminal de Loulé da GNR.

Aos arguidos são imputados na acusação 27 crimes de furto qualificado, cinco dos quais tentados, além de um crime de detenção de arma proibida.

Os cinco arguidos, com idades compreendidas entre os 22 e os 28 anos, são acusados de assaltos a residências, muitas delas pertencentes a estrangeiros, e a estabelecimentos comerciais no concelho de Loulé, com particular ênfase em Almancil.

“Na maior parte das ocasiões, um ou vários dos arguidos terão escalado os muros ou os portões, arrombado portas ou janelas e entrado nas casas, após o que retiravam o dinheiro e todos os valores que encontravam”, referem as autoridades.

Um dos arguidos mantém-se em prisão preventiva, outro com obrigação de permanência na habitação com vigilância eletrónica e outro com proibição de contactos.

Verifique também

Fogo em Tavira obriga a cortar Via do Infante, mas trânsito já reabriu

Um incêndio florestal deflagrou hoje na zona da Eira da Palma, em Tavira, no Algarve, …