Breves
Inicio | Sociedade | Ministro garante Algarve preparado para manter “tendência clara” de redução da criminalidade

Ministro garante Algarve preparado para manter “tendência clara” de redução da criminalidade

Foto © Luís Forra/Lusa

O ministro da Administração Interna garantiu no sábado que o Algarve será reforçado no verão com uma “presença adicional de meios” para tentar manter a “tendência clara” de redução da criminalidade na região.

“Portugal é hoje considerado um dos países mais seguros do mundo, com uma evolução muito positiva nos últimos anos. O Algarve tem acompanhado essa tendência clara de redução dos índices de criminalidade geral e de criminalidade grave ou violenta”, salientou Eduardo Cabrita, em Faro.

O governante esteve presente na apresentação do programa “Algarve Seguro 2019”, que prevê o reforço de meios das autoridades policiais na região durante os meses de verão, acompanhado pela secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, e pelo secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves.

Luís Elias, superintendente da PSP, recordou, durante a sessão, que a criminalidade violenta e grave registada pela força de segurança diminuiu, de 2017 para 2018, 11,7% em todo o país e 9,3% no Algarve.

“O reforço permite dizer que estamos preparados para um Algarve seguro”, acrescentou o ministro, destacando os meios da PSP e da GNR, o reforço da presença do SEF no Aeroporto de Faro e as parcerias com os municípios no âmbito dos Contratos Locais de Segurança e da prevenção rodoviária.

Para o verão algarvio, a PSP anunciou a presença, até 30 de setembro, de 36 equipas do Corpo de Intervenção Permanente da Unidade Especial de Polícia, num total de 360 polícias, com patrulhamento em Portimão, Lagos, Tavira e Vila Real de Santo António.

Estarão igualmente no terreno quatro equipas de Prevenção e Reação Imediata, num total de oito agentes, em Faro e Portimão, ciclo-patrulhas e ações de policiamento misto com elementos do Corpo Nacional de Polícia (Espanha) e da Polícia Nacional (França).

A GNR terá no Algarve um reforço permanente de cerca de 200 militares, apoiados por quatro binómios cinotécnicos e quatro patrulhas a cavalo, enquanto 500 militares estarão destacados para os grandes eventos, como a Concentração de Motos de Faro, em julho, e a Supertaça de futebol entre Benfica e Sporting, em agosto.

Está igualmente previsto o patrulhamento misto com a Guardia Civil de Espanha, a Gendarmerie Nationale (França) e os Carabinieri (Itália).

O dispositivo especial de combate aos incêndios prevê um nível de empenhamento de 615 operacionais, com quatro dezenas de equipas de vigilância e 66 equipas de combate, apoiados por 148 recursos técnicos terrestres.

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) reforçou, desde abril, em 40% o número de inspetores afetos ao controlo de primeira linha no Aeroporto de Faro.

O ministro da Administração Interna afirmou, à margem da sessão, que o SEF também reforçou a presença no Aeroporto de Lisboa, com 67 novos inspetores, mas que a ANA – Aeroportos de Portugal precisa de realizar obras para agilizar o controlo de passageiros.

“O SEF reforçou-se bastante mais do que as estruturas dos aeroportos. (…) Estamos a estabelecer um programa com a ANA para alargamento das ‘e-gates’, máquinas de controlo eletrónico que facilitam o acesso de passageiros. Esperamos que a ANA esteja finalmente em condições de realizar as obras identificadas como necessárias para separar por origens as zonas de acesso no Aeroporto de Lisboa”, concluiu Eduardo Cabrita.

Verifique também

Acidente na EN125 em Vila Real de Santo António faz um ferido grave e seis ligeiros

Uma colisão entre duas viaturas provocou hoje à tarde um ferido grave e seis ligeiros …

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.