Breves
Inicio | Cultura | Missões: Exposição Itinerante ‘Pelos Caminhos do Mundo’ chegou ao Algarve

Missões: Exposição Itinerante ‘Pelos Caminhos do Mundo’ chegou ao Algarve

A exposição missionária itinerante ‘Pelos Caminhos do Mundo’, promovida pelos Institutos Missionários Ad Gentes (IMAG), chegou ontem ao Algarve e por cá permanecerá até dia 28 deste mês.

Ontem foi inaugurada na sala de Nossa Senhora da Encarnação na igreja paroquial de Vila Real de Santo António, onde ficará patente até dia 13. No dia 15 rumará a Faro, onde ficará até 28 de julho, na baixa da cidade, nas antigas instalações de uma entidade bancária, mais precisamente na rua João Dias, perto do café Aliança e do Jardim Manuel Bívar.

Em Vila Real de Santo António, está aberta todos os dias das 10h às 12h30 e das 15h às 19h. Diariamente, a partir das 21 horas, fica reservada à visita de grupos vindos das paróquias vizinhas ou de grupos ligados aos movimentos paroquiais, para ações de formação e de reflexão.

O diretor das Obras Missionárias Pontifícias na Diocese do Algarve e do Secretariado Diocesano de Animação Missionária que promove a iniciativa, padre Agostinho Pinto, realça que “esta exposição é fruto de uma iniciativa dos Institutos Missionários Ad Gentes, como ajuda para que o maior número de pessoas possam, viver ainda mais intensamente, o Ano Missionário Extraordinário (Outubro 2018-Outubro 2019), proposto pela Conferência Episcopal Portuguesa, com o mesmo objetivo daquele proposto pelo papa Francisco para a celebração do mês Missionário Extraordinário – Outubro 2019: «despertar ainda mais a consciência da missão ad gentes e de retomar com novo impulso a transformação missionária da vida e da Pastoral»”.

Através de 14 painéis temáticos, o projeto procura apontar para “um Deus que faz caminho com as pessoas e que as envolve no seu projeto de vida para todos”. Uma série de 34 peças etnográficas e religiosas, dos cinco continentes, procura abrir os visitantes ao encontro de culturas e religiões.

A mostra inclui ainda um jogo interativo que convida à aventura de percorrer os caminhos do mundo e da missão. “É um jogo para todos, mas a pensar sobretudo nas crianças, adolescentes e jovens”, explica o padre Agostinho Pinto.

Aos painéis da exposição que está a percorrer o país todo – um dos quais alusivo a D. António Barroso, missionário e bispo do Porto, no centenário da sua morte, sobre quem decorre um processo de beatificação –, aqui no Algarve juntou-se um outro painel sobre a grande figura do missionário algarvio beato Vicente de Santo António, de Albufeira, mártir no Japão.

A exposição integrou ainda cinco presépios que refletem a cultura dos povos do México, Panamá, Belém (Terra Santa), Perú e da região dos Andes.

Em Faro, a iniciativa será inaugurada no dia 15 de julho, pelas 18h, pelo vigário geral da Diocese do Algarve e ao longo dos dias em que estará patente ao público contará ainda com um programa repleto de atividades que passam pelo audiovisual, pela música, pela dança, pelo canto e por testemunhos de missionários algarvios, com destaque para o do bispo do Algarve, D. Manuel Quintas, que foi missionário em Moçambique e Madagáscar, no dia 28 de julho. O coro de câmara da Sé de Faro, o Rancho Folclórico da Conceição de Faro, as comunidades venezuelana, brasileira, ucraniana e cabo-verdiana estarão entre as presenças culturais.

Os testemunhos apresentados serão no dia 16 de Verónica Gonçalves, missionária na Guiné; no dia 17 do padre Pedro Manuel, missionário em Angola; no dia 18 de Andreia Barracha, missionária em Moçambique; no dia 22 de Dina Rochate, missionária no Perú e em Malawi; no dia 23 de Márcia Rodrigues, missionária em Moçambique; no dia 24 do padre Miguel Neto, missionário em Timor; no dia 25 de Cristiana Leocádio, missionária na Índia.

Verifique também

Arrancam em agosto escavações arqueológicas na cidade romana de Balsa, em Tavira

A antiga cidade romana de Balsa, no concelho de Tavira, vai ser alvo de uma …