Pub

“Em todos estes relevantes cargos eclesiais, o Senhor D. Júlio foi um dedicado Pastor do Povo de Deus, concretizando o espírito e as determinações do Concílio Vaticano II, quer nas iniciativas que tomou quer no seu modo cordial e próximo de estar e proceder com todos. Foi constante amigo do seu clero e deixou em todas as Dioceses que serviu um rasto de gratidão e simpatia, inteiramente merecidas”, escreve o bispo do Porto, D. Manuel Clemente, em texto publicado no site da diocese.

“A Diocese do Porto está profundamente grata ao Senhor D. Júlio Tavares Rebimbas, guarda no coração o seu testemunho e pede a Deus a maior recompensa dos seus muitos e generosos trabalhos”, acrescenta o prelado.

O corpo de D. Júlio Tavares Rebimbas chega esta segunda-feira à catedral do Porto, pelas 10h00, onde ficará em câmara ardente, realizando-se às 21h30 uma vigília de oração.

Na terça-feira, às 14h30, também na Sé, decorre a celebração exequial, seguindo o cortejo fúnebre rumo a Bunheiro, Murtosa (diocese de Aveiro), terra natal do prelado, onde será sepultado em jazigo de família.

Ecclesia

Pub