Pub

Hospital_faroO homem que, na quinta-feira, atingiu a tiro a ex-companheira e depois tentou o suicídio, em Vilamoura, morreu na noite de sábado para domingo na unidade de Faro do Centro Hospitalar do Algarve, disse fonte hospitalar.

O homem, com 35 anos, estava internado desde quinta-feira na unidade de cuidados intensivos do hospital de Faro, para onde foi transportado após o casal ter sido encontrado baleado perto da praia da Falésia, em Vilamoura.

A mulher continua internada na unidade de cuidados intensivos, onde “está a receber o tratamento adequado”, referiu a fonte hospitalar à Lusa.

O homem tinha vivido maritalmente com a mulher, de 30 anos, na zona de Alcantarilha/Armação de Pera, mas estavam atualmente separados, pelo que o crime terá tido motivações passionais, segundo declarações, na ocasião, de fonte policial à Lusa.

A mulher estava a residir em Faro e, na quinta-feira, quando ia entrar ao serviço numa unidade hoteleira de Vilamoura, encontrou “o homem à sua espera”, tendo este barrado a sua entrada no hotel e “efetuado um disparo através do vidro do carro” onde seguia, explicou a mesma fonte.

Depois de disparar contra a mulher, o homem tentou o suicídio, ainda de acordo com as informações avançadas pela fonte policial, que disse ter sido usada a mesma arma para ambos os ferimentos.

Pub