Pub

Sameiro Matias precisou que a mulher “era de nacionalidade polaca, tinha entre 20 e 30 anos e ainda foi submetida a manobras de reanimação durante quase uma hora, mas não recuperou”.

“Foi tomar banho na parte interior da Ria, em Cacela, afastou-se cerca de 20 metros e sentiu-se mal. Estava acompanhada do namorado, que ainda a trouxe para terra, onde se tentou reanimá-la, mas sem sucesso”, explicou.

O incidente deu-se às 18:20, quando “já era que noite”, e estiveram no local a prestar assistência à vítima a Polícia Marítima e o Instituto Nacional de Emergência Médica.

Um veleiro francês de oito metros ficou encalhado numa armação de atum da empresa Tunipex, entre Tavira e a Fuzeta, durante a noite passada, disse também à Lusa o comandante do Porto de Olhão, comandante Arrabaça, precisando que o único tripulante não sofreu qualquer ferimento.

A capitania de Tavira interveio para com meios próprios e um salva-vidas para tentar desencalhar o barco, mas não foi possível fazê-lo de imediato.

A embarcação acabou por se soltar durante a madrugada devido e acabou por encalhar de novo na ilha da Fuzeta e as autoridades marítimas espera agora pela preia-mar da tarde para desencalhar o veleiro, que não sofreu qualquer dano, disse ainda o comandante.

Lusa

Pub