Pub

Em declarações à Agência Lusa, a responsável pela Direcção Regional da Cultura no Algarve, Dália Paulo, referiu que o facto de o Museu de Portimão ter recebido o "Prémio do Museu do Ano do Conselho da Europa" é "uma "honra para a região algarvia" e o "reconhecimento do trabalho de 27 anos".

"É com orgulho e honra para a região receber este prémio. É o reconhecimento do trabalho na área da museologia e do património industrial continuado desde 1982 e que culminou com a inauguração do edifício a 18 de Maio de 2008", afirmou.

A vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Portimão, Isabel Guerreira, revelou à Lusa estar "surpreendida com o anúncio da distinção".

"É uma distinção excelente de um museu que tem sido reconhecido como um pólo importante de cultura", declarou a vereadora, recordando que este é o segundo prémio que recebem no espaço de uma semana.

O Museu de Portimão também, recebeu recentemente o prémio do Melhor Museu do Algarve, uma distinção da Associação Portuguesa de Museologia.

A vereadora relembrou que o júri para o prémio do Museu do Ano do Conselho da Europa visitou o espaço em Portimão há cerca de dois meses, tendo enaltecido o trabalho e a estrutura e que por essa razão a autarquia tinha a "esperança que recebesse uma menção honrosa".

O Museu de Portimão tem um exposição síntese sobre a história do concelho de Portimão e duas salas com exposições temporárias onde é apresentado ao público o espólio da colecção do museu, nomeadamente sobre a indústria conserveira e sobre o mar. Está instalado na antiga fábrica de conservas de sardinhas Feu Hermanos, perto do estuário do rio Arade.

O prémio tem o valor de 5000 euros e será entregue em Estrasburgo no mês de Abril de 2010. Nessa data, o premiado recebe a estatueta em bronze "A mulher com belos seios" de Joan Miró, que devolve ao fim de um ano para ser entregue ao galardoado do ano seguinte.

Pub