Pub

O acidente, que não causou feridos nem o derrame de combustível para o mar, ocorreu cerca das 04:00 quando a tripulação, durante uma manobra, não conseguiu controlar o navio devido a uma falha nas máquinas e foi embater noutro.

Segundo o comandante da capitania do Porto de Portimão, o navio que estava atracado não tinha ninguém a bordo mas por ter algum combustível no depósito foi colocada por precaução uma barreira de contenção em seu redor.

O navio, com 14 metros de comprimento, está completamente submerso embora aquela zona não tenha muita profundidade, explicou Cruz Martins, acrescentando que foi colocada sinalização e emitido um aviso à navegação.

O navio que provocou a colisão só será autorizado a largar o Porto de Portimão quando estiver concluída a investigação às causas do acidente, sublinhou.

A entrada e saída de embarcações no Porto de Pesca de Portimão está a fazer-se normalmente, estando apenas condicionada a zona onde está afundado o navio.

A Autoridade Marítima está agora em conjunto com os responsáveis da embarcação a delinear um plano para removê-la do local.

Lusa

Pub