Pub

"Foram observados flamingos a nidificar, estando neste momento a incubar os ovos. A registar-se o sucesso da reprodução, será o primeiro caso confirmado em Portugal de nidificação desta espécie emblemática, e mais um fator decisivo para a proteção da Lagoa dos Salgados", afirmou a SPEA.

A SPEA recorda que, apesar de ser "uma ave comum no inverno nas zonas húmidas litorais desde o estuário do Tejo até ao Algarve", só na década de 80 do século passado tinha sido detetada uma tentativa de nidificação de flamingos em Portugal, no sapal de Castro Marim.

A associação ambientalista sublinha, no entanto, que a Lagoa dos Salgados, situada entre os concelhos de Albufeira e Silves, é "um dos sítios mais importantes do Algarve para a conservação das aves", "não tem nenhum estatuto de proteção legal" e devia ser "classificada como Zona de Protecção Especial".

Habitualmente visitada por turistas para a observação de dezenas de espécies de aves, a Lagoa "tem sido ameaçada", segundo a SPEA, pela perturbação causada por visitantes, pela presença de cães vadios e pela ausência de uma correta gestão do nível de água.

“Ainda é cedo para dizer com certeza se teremos pela primeira vez em Portugal um caso de sucesso de reprodução de flamingos, mas é imprescindível proteger o local de forma eficaz e gerir o nível de água de forma precisa, sem grandes variações, durante a época crucial da primavera”, explicou o diretor executivo da Sociedade, Luís Costa.

O dirigente enalteceu as medidas tomadas este ano pela Administração da Região Hidrográfica do Algarve (ARH) para manter o nível de água da Lagoa e evitar a destruição de ninhos de diversas espécies, mas sublinhou que é necessário assegurar uma continuidade para as mesmas terem efeito.

Lusa

Pub