Breves
Inicio | Sociedade | Nova barra da Fuseta continua sem ser navegável na baixa-mar, pescadores aguardam desassoreamento

Nova barra da Fuseta continua sem ser navegável na baixa-mar, pescadores aguardam desassoreamento

Segundo alguns pescadores com que a Lusa falou hoje, a barra nova da fuseta continua assoreada, sendo impossível ir para a faina na baixa mar.

O pescador Rogério Martins adiantou à Lusa que só no final do ano é que talvez as obras de dessassoreamento recomecem.

A comunidade piscatória da Fuseta, no dia em que a barra foi inaugurada, criticou a Sociedade Polis Ria Formosa por ter criado uma nova barra marítima sem um paredão fixo, alertando que se não fosse dragada constantemente o inverno eliminaria a obra.

As previsões dos pescadores confirmaram-se e, a 02 de dezembro, já se registava o assoreamento de uma parte do canal de acesso ao mar que condicionou a funcionalidade da nova barra, impedindo os pescadores de irem para a faina.

A 09 de dezembro, a presidente da Sociedade Polis Ria Formosa admitia, por seu turno, que a barra nova da Fuseta só estava operacional “em maré média a alta”, mas assegurava que assim que o mar o permitisse as areias da nova barra seriam removidas.

A abertura e o acesso à barra nova, de onde foram retirados 30 mil metros cúbicos de areia, teve um custo de 90 mil euros, mas se se acrescentar os trabalhos do fecho da barra velha e o reforço do cordão dunar a empreitada do Polis está avaliada num valor total de 980 mil euros.

Esta segunda-feira, dia 20, a Distrital do PSD do Algarve acusou o Governo de falta de rigor na utilização de dinheiros públicos, numa referência ao “desastre financeiro e operacional” da nova barra da Fuseta, uma obra do Polis Ria Formosa.

O "Polis Litoral Ria Formosa" é um plano estratégico de requalificação e valorização da Ria Formosa, cujo investimento total é superior a 87 milhões de euros e que tem uma sociedade onde os municípios de Faro, Olhão, Loulé e Tavira participam com capital social.

Lusa

Verifique também

Escola Secundária Pinheiro e Rosa, em Faro, procura bicicletas usadas para recuperar

A Escola Secundária Pinheiro e Rosa, em Faro, está à procura de bicicletas usadas, peças …