Pub

O protocolo, assinado no Centro de Bem-Estar Social Nossa Senhora de Fátima, no passado dia 19 de abril, pelo presidente da instituição, o padre Carlos de Aquino, e pela diretora do Centro Regional de Segurança Social do Algarve, Ofélia Ramos, é referente às 33 crianças que a nova creche acolhe e prevê a um apoio de 242,97 euros mensais por cada uma delas.

No dia da inauguração, o padre Carlos de Aquino destacou que a construção da nova creche muito se deveu ao princípio da subsidiariedade que irmana Instituições Particulares de Solidariedade Social e Estado e que a obra se afirma como uma “sóbria e profética resposta social às necessidades reais” do concelho de Olhão.

Esta nova valência da instituição olhanense, entregue desde a sua fundação aos cuidados das irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição, recebe crianças dos 4 meses aos 3 anos, distribuídas pelo berçário, sala de 1 ano e sala de 2 anos, podendo ainda alargar a sua capacidade a 38.

O edifício está preparado para a construção futura de um infantário no primeiro andar para crianças dos 3 aos 5 anos e está implantado no terreno que já acolhe as dependências da casa que acolhe meninas em risco 3 aos 18 anos.

No dia da assinatura do acordo de cooperação, a diretora do Centro Regional de Segurança Social do Algarve visitou ainda as instalações do Centro de Bem-Estar Social Nossa Senhora de Fátima acompanhada pela direção da instituição.

Samuel Mendonça
Pub