Pub

A responsável pelo turismo reagia, no Funchal, à margem da apresentação de dez novos autocarros da Empresa Horários do Funchal, à notícia sobre a nova ligação aérea da transportadora aérea açoriana SATA, que a partir do Verão irá ligar numa nova rota Ponta Delgada, Funchal e Faro.

Para a responsável, a ligação entre Faro e Funchal não trará concorrência ao destino Madeira, dado que “será utilizada por quem já está no Algarve e quer vir, por motivos turísticos, à Madeira”, afirmou.

“Ou então, vai ser feita pelo próprios algarvios e mais importante, por toda uma faixa do sul de Espanha – a Andaluzia – que neste momento está ser trabalhada e orientada para poder trazer mais turistas para a Madeira”, afirmou.

Antes mesmo desta nova rota começar a funcionar, irá existir a ligação da companhia aérea low cost Transavia, proveniente do Porto, já em Fevereiro. “São duas novas ligações que potenciam bastante duas áreas: quer o continente português, quer a Península Ibérica, tão importantes para a Madeira”.

Ambas vão facilitar as ligações aéreas pela introdução de novos tarifários no mercado, “e de outros públicos alvo que até agora tinham dificuldades em viajar, porque o preço resultava excessivo para algumas faixas da população”, disse.

No entender da governante, “não há só fins turísticos nestas novas ligações, há uma política de sustentação e de promoção do destino”, concluiu.

Pub