Pub

A partir de hoje, a rede de transportes urbanos de Faro tem uma nova imagem, em torno da palavra "Próximo", uma oferta mais alargada de horários e percursos e 21 novas viaturas, com rampas de acesso para pessoas de mobilidade reduzida e sinais sonoros emitidos nas paragens, para as pessoas com deficiência visual.

Os circuitos e horários vão ainda passar a estar disponíveis online, disse aos jornalistas o presidente da Câmara de Faro, Macário Correia, notando que, até agora, os transportes públicos em Faro eram "praticamente clandestinos", uma vez que a informação sobre os percursos era muito escassa.

"Este é um processo que demorou anos a ser montado e estamos aqui hoje com um serviço completamente moderno, com viaturas que respeitam as normas europeias, informação nas paragens e maior acessibilidade para a hotelaria e aeroporto", resumiu o autarca (PSD).

Macário Correia falava aos jornalistas a bordo de um dos novos autocarros da frota que vai servir a cidade e que hoje entra em funcionamento, com novos percursos, maior frequência de paragens e horários alargados.

O projeto prevê ainda a aquisição de novos títulos de transporte e a possibilidade de aquisição de um passe combinado com outro operador (Eva Transportes).

A reformulação da rede resulta da celebração de um contrato administrativo de concessão do serviço à empresa PXM – Transportes Rodoviários de Faro, SA, que, numa primeira fase, investiu 3,6 milhões de euros.

Numa segunda fase do contrato, está prevista a construção de um novo terminal rodoviário, num espaço contíguo ao atual, no centro da cidade.

A empresa estima transportar 1,5 milhões de passageiros no primeiro ano e percorrer 1,1 milhões de quilómetros anualmente, metade dos quais no centro da cidade.

Lusa

Pub