Pub

O projeto, da responsabilidade do segmento de hotelaria do grupo nacional Tavfer, foi hoje apresentado publicamente na presença de uma comitiva da Câmara de Faro e do diretor do aeroporto.

Quando entrar em funcionamento, previsivelmente no último trimestre de 2012, a nova unidade permitirá empregar cerca de 50 pessoas, prevendo-se que as obras possam arrancar nos próximos três meses.

Com três pisos e 98 quartos, o hotel visa captar não só os passageiros em trânsito no aeroporto como outros turistas, explicou o promotor do projeto, Fernando Tavares Pereira.

Tendo em conta o número elevado de passageiros de voos “low cost” que passam pelo Aeroporto de Faro, aquele responsável admite a hipótese de o mesmo quarto ser usado por diferentes hóspedes no mesmo dia.

O presidente da Câmara de Faro, Macário Correia, considera o investimento fundamental para o desenvolvimento turístico da capital do Algarve, porta de entrada de milhões de turistas mas com uma escassa capacidade de alojamento.

“A criação de um hotel junto ao aeroporto é muito positiva porque há sempre pessoas em rotação que precisam de um sítio para ficar nem que seja por uma noite”, referiu, sublinhando que a proximidade à praia privilegia as estadias mais longas.

Previsto para um terreno situado na ala direita do complexo onde se insere o Aeroporto de Faro, junto à Ria Formosa, o novo hotel está a uma distância de poucos quilómetros da Praia de Faro.

A unidade hoteleira terá uma ligação rodoviária ao terminal do aeroporto, prevendo-se que a circulação rodoviária seja modificada para que quem entre no aeroporto tenha obrigatoriamente que passar em frente ao hotel.

Os promotores do projeto estão ainda a estudar a hipótese de os hóspedes poderem ter acesso aos horários de partidas e chegadas de voos na receção do hotel.

No rés-do-chão do edifício funcionará um restaurante e outros serviços de apoio ao hotel, sendo os quartos distribuídos pelos restantes dois pisos.

O hotel terá ainda dois auditórios, pequenas lojas, um centro de “fitness”, um SPA e uma piscina exterior.

O projeto está a cargo do grupo Tavfer que, além de investimentos na área da hotelaria, através da FTP Hotels, detém também negócios na área dos vinhos (FTP Vinhos) e da imobiliária (FTP Imobiliária).

Folha do Domingo/Lusa
Pub