Pub

O novo núncio apostólico em Portugal presidiu, no passado dia 23 de janeiro, ao encerramento da atualização do clero das dioceses do sul do país que decorreu em Albufeira desde dia 20 daquele mês.

Foto © Samuel Camacho

D. Ivo Scapolo, que esteve pela primeira vez no Algarve na qualidade de representante diplomático da Santa Sé em Portugal, agradeceu às dioceses do sul pelo trabalho realizado. “Quero agradecer a todos – bispos, sacerdotes e diáconos – em nome do papa, pelo serviço que realizam nesta parte da Igreja”, afirmou no encerramento do encontro que este ano refletiu sobre a temática “Ecologia integral: o Homem no Centro da Criação”.

Foto © Samuel Camacho

O núncio apostólico disse aos membros do clero das dioceses do Algarve, Beja, Évora e Setúbal que “têm o privilégio de viver esta experiência que não é comum”. “Esta comunhão que existe produzirá muitos bons frutos para toda a Igreja que vive nesta parte de Portugal”, prosseguiu.

D. Ivo Scapolo, que presidiu à missa conclusiva da atualização, lembrou que tem a missão de promover a comunhão entre o papa e a Igreja local e exortou o clero a viver a benevolência.

O representante diplomático do papa foi nomeado por Francisco a 29 de agosto. O arcebispo italiano que era desde 2011 o representante diplomático do papa no Chile, sucedeu no cargo a D. Rino Passigato, que apresentou a sua renúncia após ter superado o limite de idade estabelecido no Direito Canónico.

A atualização do clero das dioceses do sul do país contou com 116 participantes, entre bispos, padres, diáconos e alguns seminaristas, e foi promovida pelo Instituto Superior de Teologia de Évora.

com Samuel Camacho e Rogério Egídio

Pub