Igreja do Algarve em festa pela ordenação de novo diácono rumo ao sacerdócio
Inicio | Economia | Turismo | Ocupação hoteleira em outubro no Algarve foi a melhor dos últimos 18 anos

Ocupação hoteleira em outubro no Algarve foi a melhor dos últimos 18 anos

O Algarve registou em outubro uma taxa de ocupação hoteleira de 75%, um aumento de 3,1% comparativamente com o mesmo período de 2016, registo superado apenas em 1999, anunciou hoje a maior associação hoteleira da região.

“A taxa de ocupação global média/quarto foi de 75,0%, 3,1% acima da verificada no mesmo mês do ano anterior”, informou a Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA) no resumo da evolução mensal da atividade do setor.

De acordo com os dados provisórios revelados pela AHETA, trata-se do segundo melhor mês de outubro consecutivo desde 1999, período em que se registou uma ocupação de 77%. Em 2016, foi assinalada uma taxa de 72%.

O volume de vendas acompanhou o crescimento da taxa de ocupação, com um aumento de 9,8%, relativamente ao mesmo período do ano passado.

Segundo a maior associação do setor, embora se tenham verificado aumentos nos mercados irlandês, francês, suíço, polaco e belga, foi o mercado alemão o que mais contribuiu para a subida, com mais 4,9 pontos percentuais (p.p.).

O mercado britânico foi o que apresentou a maior descida, menos 5,8 (p.p).

Por zonas geográficas, as maiores subidas ocorreram em Carvoeiro/Armação de Pêra (+15,3%) e Portimão/Praia da Rocha (+11,1%).

Albufeira, a principal zona turística do Algarve, registou uma subida de 3,9%.

A única descida verificou-se em Vilamoura/Quarteira/Quinta do Lago (-15%).

Por categorias de unidades hoteleiras, os estabelecimentos, com exceção dos hotéis de cinco estrelas, têm registado uma descida média acumulada desde o início do ano de 6,5%.

Em termos acumulados, desde o início do ano, a taxa de ocupação/quarto regista uma subida de 2,3% e o volume de negócios um crescimento acumulado de 8,9%.

Verifique também

Orçamento de Estado: BE propõe taxa turística no Algarve para acabar com portagens na A22

O Bloco de Esquerda (BE) quer criar em 2018 uma taxa turística no Algarve entre …

Deixe uma resposta