Inicio | Sociedade | Ofertórios das missas da festa da paróquia natal do bispo do Algarve para vítimas do fogo de Monchique

Ofertórios das missas da festa da paróquia natal do bispo do Algarve para vítimas do fogo de Monchique

A paróquia de Mazouco, no concelho de Freixo de Espada à Cinta (Trás-os-Montes), de onde é natural o bispo do Algarve, decidiu apoiar as vítimas do incêndio de Monchique.

A decisão foi tomada durante a edição deste ano da festa da aldeia em honra de Nossa Senhora das Dores e de Santa Bárbara, nos dias 25 e 26 do mês passado, a que presidiu D. Manuel Quintas.

Na eucaristia do primeiro dia, o pároco de Mazouco, padre Francisco Pimparel, propôs à comunidade que os ofertórios das duas missas da festividade fossem entregues à Cáritas Diocesana do Algarve para se destinarem a ajudar as vítimas do fogo florestal que deflagrou no início do mês passado nos concelhos de Monchique, Portimão e Silves. “A resposta foi uma salva de palmas em sinal de concordância”, contou ao Folha do Domingo, o bispo do Algarve.

A verba doada pelos paroquianos de Mazouco junta-se à quantia angariada no peditório das missas dos dias 18 e 19 de agosto no Algarve. Recorde-se que a diocese algarvia decidiu reverter o valor obtido naquele fim de semana para “os mais carenciados” que foram vítimas daquele fogo.

Também o Santuário de Fátima e a Irmandade dos Clérigos, na Diocese do Porto, doaram respetivamente 30 e 25 mil euros para o mesmo fim.

Verifique também

Tribunal de Faro começou a julgar caso de burla a mais de 30 câmaras e instituições sociais

O Tribunal de Faro começou hoje a ouvir testemunhas num caso de burla que envolve …