Pub

Numa mensagem colocada na página de Internet criada pela campanha para encontrar a criança, Kate e Gerry McCann agradecem aos que ajudaram “desejando, rezando e apoiando" os seus "esforços para encontrar a Madeleine e trazê-la para casa”.

“Efemérides e aniversários nunca são fáceis”, confiam, afirmando manter “determinação e tenacidade”.

Madeleine McCann desapareceu a 03 de maio de 2007 do quarto onde dormia juntamente com os dois irmãos gémeos, mais novos, num apartamento de um aldeamento turístico na Praia da Luz, no Algarve.

Os pais jantavam nessa altura com um grupo de amigos ingleses num restaurante a cerca de 50 metros do apartamento.

Para assinalar o terceiro aniversário, os pais apresentaram um novo vídeo com imagens dos seus esforços para encontrar a filha, nomeadamente a distribuição de folhetos em Portugal e ao telefone em casa em Rothley, no norte de Inglaterra.

Foi também divulgada uma fotografia inédita de Madeleine tirada enquanto brincava com maquilhagem.

Numa entrevista ao programa GMTV, Gerry McCann mostrou-se “incrivelmente frustrado” por as autoridades portuguesas e britânicas não estarem a procurar activamente Madeleine.

O cardiologista disse sentir que as autoridades britânicas tinham “desistido”.

A mãe da criança, Kate, e o pai, Gerry McCann, foram constituídos arguidos pelas autoridades judiciais portuguesas em julho de 2007.

Mas a 21 de julho de 2008, a Procuradoria Geral da República anunciou o arquivamento das suspeitas contra o casal e um terceiro arguido, Robert Murat.

Lusa

Pub