Pub

Os pares de namorados que desejem celebrar o dia do amor de forma original e com um toque cultural podem comprar por 50 euros bilhetes e brilhar no palco do Teatro das Figuras, onde vão poder degustar uma refeição “gourmet” elaborada por cozinheiros da Escola de Hotelaria e Turismo de Faro, anunciou João Carrolo, programador daquela estrutura cultural.

Em conferência de imprensa, o responsável pela Programação e Serviço Educativo do Teatro das Figuras, explicou que a ideia base para este ano é refletir sobre a “comunidade”.

A peça “1974”, do Teatro Meridional, companhia que venceu recentemente o consagrado "Novas Experiências Teatrais", atribuído pela União dos Teatros da Europa, é outro dos pontos altos da programação no primeiro quadrimestre do Teatro das Figuras e vai subir ao palco precisamente no Dia Mundial do Teatro, salientou João Corrolo.

“A representação reflete sobre os três períodos mais marcantes em Portugal, que foram o Estado Novo, a Revolução de 25 de Abril e a entrada de Portugal na Comunidade Europeia" e será um “momento privilegiados de ver uma reflexão sobre o difícil conceito da identidade portuguesa”, explicou.

O espetáculo “White Caps”, uma de fusão de cinema e breakdance, da companhia de teatro inglesa Champloo, ou o projeto “VaiVem” para levar propostas artísticas a salas de aula da região que estejam mais recônditas são outras propostas do Teatro Municipal de Faro, que este ano conta com 200 mil euros para investir em programação.

Os responsáveis da instituição consideram que estão a trabalhar com a equipa nos mínimos, já que o orçamento deste ano é menos 52 por cento do que 2005, ano da “Faro, Capital Nacional da Cultura”.

“Este teatro viveu um ano bem, mas quando a Capital Nacional da Cultura se vai embora – em 2005 – e quando começam os problemas financeiros do município, começa-se logo a cortar na equipa em cada ano que passava e, atualmente, está nos mínimos”, disse Anabela Afonso.

Segundo aquela responsável, há apenas uma pessoa por área, num total de cerca de 20 funcionários.

Lusa

Pub