Pub

O Papa lembra as “vítimas, feridos e danos materiais”, rezando por “consolo aos afectados por tão grande desgraça”.

“Animo as comunidades eclesiais, instituições civis e pessoas de boa vontade para que, neste momento difícil, prestem ajuda eficaz, com espírito generoso e solícita caridade", acrescentou.

Bento XVI espera ainda que surjam “sentimentos de esperança cristã e solidariedade fraterna para superar a adversidade”.

Ecclesia

Pub