Inicio | Igreja | Paróquia da Sé de Faro expõe presépios da catequese na capela do Paço Episcopal (com fotos)

Paróquia da Sé de Faro expõe presépios da catequese na capela do Paço Episcopal (com fotos)

Os presépios constituintes da mostra, que pode ser visitada até ao dia 9 de Janeiro de 2011, domingo em que se celebra a Festa do Baptismo do Senhor, foram realizados pelas crianças e adolescentes dos 16 grupos da catequese paroquial no âmbito do Programa Pastoral daquela comunidade, intitulado “Paróquia – comunidade em missão”.

Os presépios foram construídos com recurso a materiais diversos, desde os reciclados até aos mais naturais como a madeira, a cortiça, pinhas ou frutos secos, passando por vários tipos de papel, pasta de moldar, feltro, algodão, lã e até massas comestíveis. Alguns são mesmo fortemente simbólicos, contendo significativas mensagens implícitas, como o realizado pelos adolescentes do 10º ano.

Para além destes 16, estão ainda patentes mais dois presépios. Um deles é propriedade do pároco da Sé de Faro, o cónego José Pedro Martins, composto por muitas figuras e personagens que recriam a representação de vários quadros da infância de Jesus, que começam mesmo antes do seu nascimento e que vão desde a anunciação do anjo a Maria, sua Mãe, até ao regresso da Sagrada Família a Nazaré, após a fuga para o Egipto.

Pelo meio ficam as cenas do sonho de José, os esponsais de José e Maria, a visitação, a caminhada para Belém, o nascimento de Jesus em Belém, o anúncio do nascimento feito aos pastores, a reacção negativa de Herodes que manda matar as crianças inocentes e a fuga para o Egipto de Jesus com os seus pais.

Estes quadros são contextualizados com cenas da vida de então. Personagens, ofícios e artes são fielmente retratados com recurso à mecanização de muitas das figuras que fazem pequenos movimentos.

O outro presépio que não foi feito pelos catequizandos é uma recriação do presépio típico algarvio com o Menino no trono, onde não faltam as searas e as frutas.

O pároco da Sé explica que esta é mais uma iniciativa realizada com vista à concretização do objectivo para o presente ano pastoral revelado no lema que intitula o Programa Pastoral paroquial. “Esta exposição toca mais as crianças, para que possam celebrar o Natal no sentido que ele tem, mas é também dirigida a outras pessoas. É um espaço de encontro”, salienta o cónego José Pedro Martins.

Com entrada livre, a exposição tem horário de segunda a sexta-feira, das 16.30h às 18.30h.

Samuel Mendonça

Verifique também

Primeira saída da imagem da Mãe Soberana do concelho de Loulé foi para visitar Silves

A história do culto e da devoção a Nossa Senhora da Piedade, popularmente evocada como …