Pub

A Eucaristia de acção de graças a Deus contou com a participação de muitos padres da Diocese do Algarve, entre os quais o padre Firmino Ferro, vigário geral da Igreja algarvia, e também das dioceses de Lamego, Santarém e Beja, para além dos muitos paroquianos que fizeram questão de estar presentes na celebração, presidida pelo pároco de Albufeira, que teve lugar na igreja matriz de Albufeira.

O cónego José Rosa Simão, que começou por aludir à celebração de “um grande santo do Algarve”, São Gonçalo de Lagos, que se assinalava também ontem, lembrou a noite de oração no Seminário dos Olivais, em Lisboa, em que decidiu ser padre e interrogou-se sobre as capacidades para motivam o chamamento de Deus. “São segredos de Deus e nenhum padre sabe responder a isso”, concluiu, acrescentando que “viver como padre não é fácil”. “Quantas vezes apetece fugir…”, confessou, sublinhando que “os sacerdotes são a esperança para a humanidade”. “O mundo tem falta de gente que se dê e os padres procuram ser isso”, afirmou.

O sacerdote homenageado recebeu um presente especial das crianças da catequese com algumas mensagens que lhe eram dirigidas e foi igualmente presenteado pelos colegas da Diocese de Lamego com uma imagem de Nossa Senhora dos Remédios.

Depois da Eucaristia seguiu-se um jantar de homenagem numa unidade hoteleira de Albufeira que contou também com a presença do Bispo do Algarve, D. Manuel Quintas.

Recorde-se que no dia 14 de Agosto, no âmbito das festas de Nossa Senhora da Orada, o sacerdote celebrou as suas Bodas de Ouro sacerdotais na Eucaristia que teve lugar na capela do santuário mariano dedicado àquela sua padroeira. Nesse dia, entre os muitos presentes, esteve o Presidente da República e a Primeira-dama, amigos pessoais do pároco de Albufeira. Aníbal Cavaco Silva encontrava-se em período de descanso, em Albufeira, onde possui casa há vários anos e fez questão de participar com a Maria Cavaco Silva apenas na celebração eucarística de acção de graças no jubileu do sacerdote.

Por ter ocorrido em período veraneante e de interrupção da actividade pastoral, a celebração das Bodas de Ouro do sacerdote foram agora assinaladas com maior solenidade pela comunidade paroquial de Albufeira no recomeço das suas actividades.

Samuel Mendonça

Pub