Pub

A iniciativa, que decorreu na fortaleza da Praia da Rocha onde se encontra a capela de Santa Catarina, teve início no primeiro dia com a concentração dos adolescentes e jovens da paróquia. Ali tiveram lugar momentos musicais, de dramatização, expressão corporal e representação que terminaram com um momento celebrativo.

No domingo, pelas 18h, realizou-se no mesmo local a celebração da Eucaristia, presidida pelo pároco, o padre Arsénio da Silva, e participada por algumas dezenas de pessoas, entre as quais vários estrangeiros, a que se seguiu a procissão com a imagem da mártir junto à fortaleza.

Santa Catarina nasceu e viveu na cidade egípcia de Alexandria no início do século IV. Cresceu como pagã mas na sua adolescência converteu-se ao cristianismo, tendo sido martirizada às ordens do imperador romano Maximino Daia.

Pub