Pub

Foto © Samuel Mendonça

A paróquia de São Pedro de Faro voltou ontem a realizar um almoço de Natal para cerca de 120 pessoas carenciadas da cidade de Faro e arredores das que assiste regularmente.

Foto © Samuel Mendonça

A iniciativa decorreu, como nos últimos anos, no refeitório da Escola EB 2/3 Dr. Joaquim Magalhães, em Faro, que tem vindo a colaborar na iniciativa.

A refeição, que incluiu sopa, bacalhau, fruta e sobremesa, foi confeccionada e servida por voluntários da Pastoral Sóciocaritativa daquela paróquia e por outras pessoas da comunidade paroquial que todos os anos fazem questão de participar naquela ação.

Foto © Samuel Mendonça

A refeição natalícia da paróquia a carenciados começou no ano 2000 e nunca mais deixou de se realizar anualmente. Mariana Piteira Santos, responsável da Pastoral Sóciocaritativa paroquial explicou ao Folha do Domingo que os beneficiários são sobretudo famílias “com rendimentos muito baixos”, algumas beneficiárias do Rendimento Social de Inserção, e idosos “com pensões muito baixas”.

Foto © Samuel Mendonça

Há também desempregados de longa duração e alguns toxicodependentes, conta, explicando que os que vivem na cidade são assistidos diariamente com pão e fruta e refeições em três dias da semana. Os que vivem fora da cidade recebem um cabaz mensal de alimentos. “Esse apoio é fundamental. É uma grande ajuda porque os rendimentos são muito baixos. As rendas de casa são altas comparativamente com os rendimentos. As pessoas recebem pensões de 300 euros, mas pagam entre 300 a 400 euros de renda de casa. Portanto, só um dos rendimentos é para a renda da casa”, conta aquela responsável.

Foto © Samuel Mendonça

Aquele serviço social paroquial, que conta com 33 colaboradores voluntários, tem também a funcionar há vários anos um refeitório social no salão junto à igreja para servir cerca de 50 jantares ao domingo à noite. É fornecida uma refeição quente com sopa, carne, pão e fruta para quem queira aparecer, sendo que algumas famílias levam também para casa.

Ontem os que vieram ao almoço levaram também para casa um cabaz de Natal que incluiu, entre outros alimentos, bacalhau e polvo.

Foto © Samuel Mendonça

O pároco da paróquia de São Pedro de Faro, que almoçou com eles, dirigiu-lhes a palavra antes do almoço para os cumprimentar e pedir-lhes que “nunca se esqueçam que o Natal é o nascimento de Jesus”. “Enquanto conseguirmos celebrar Jesus Cristo é muito bom nós nos encontrarmos”, completou o cónego Carlos César Chantre, destacou o trabalho dos voluntários. “Estão a ver que está aqui um grupo de gente voluntária. São os nossos irmãos e irmãs que só vos querem abraçar. Bom apetite e obrigado a esta gente toda que está aqui para vos servir. Feliz Natal”, disse aos presentes.

Pub