Pub

“Um dos objetivos principais foi o de motivar para a JDJ e só no dia poderemos constatar se o atingimos. No entanto, sabemos que, na nossa pastoral, não buscamos frutos imediatos, mas apenas nos comprometemos em lançar sementes”, refere o sacerdote.

Entregue à paróquia da matriz de Portimão – que este ano acolhe, a 30 e 31 deste mês, a JDJ –, a cruz tem percorrido as paróquias algarvias que constituem a vigaria de Portimão, desde o passado dia 17 de fevereiro.

Nesse dia entrou no concelho de Lagos, na paróquia da Senhora da Luz, onde permaneceu até ao dia 19, seguindo depois para Santa Maria onde esteve até dia 24 para a Via-Sacra, realizada até à Ponta da Piedade, para os jovens das paróquias de toda a vigararia de Portimão. Ao longo da semana houve diversos momentos de oração junto à cruz, protagonizados por diversos grupos de catequese de crianças, adolescentes, jovens.

Após a Via-Sacra, a cruz passou para o concelho da Vila do Bispo. O padre Joel Teixeira, pároco de Raposeira, Sagres e Vila do Bispo, e os seus jovens paroquianos acolheram a cruz, levando-a a Aljezur uma semana depois, no dia 2 de março.

No dia 9, após a Via-Sacra semanal em Aljezur, os jovens de Monchique receberam aquele símbolo que esteve depois presente, no dia 16, numa vigília de oração em Monchique com a participação do pároco local, o padre José Águas, e do padre José Nunes, pároco de Lagoa, acompanhado de um número significativo de jovens que o foram receber. “Foi uma vigília muito viva e simbólica, participada não só por jovens de Monchique mas também por alguns adultos daquela paróquia”, testemunha à FOLHA DO DOMINGO o padre José Manuel Pacheco.

Amanhã (23 de março), a cruz regressará ao concelho de Portimão, após uma vigília, pelas 21h, na igreja matriz de Lagoa, presidida pelo pároco local e animada pelos jovens da paróquia.

Também chamada arciprestado ou ouvidoria, a vigararia é uma circunscrição eclesiástica da qual fazem parte várias paróquias ou quase paróquias (vicariatos). A vigararia de Portimão é constituída pelas paróquias de Alferce, Aljezur, Alvor, Barão de São João, Barão de São Miguel, Bensafrim, Bordeira, Budens, Estômbar, Ferragudo, Lagoa, Santa Maria de Lagos, São Sebastião de Lagos, Luz de Lagos, Marmelete, Mexilhoeira da Carregação (vicariato de Santo António), Mexilhoeira Grande, Monchique, Odeceixe, Odiáxere, Parchal (vicariato de São Francisco de Assis), Matriz de Matriz, Nossa Senhora do Amparo de Portimão, Pedra Mourinha (vicariato do Sagrado Coração de Jesus, Raposeira, Sagres e Vila do Bispo.

A Via-Sacra consiste em acompanhar espiritualmente o trajeto que Jesus percorreu até à morte e sepultura no Calvário, com momentos de meditação e oração ao longo de 14 estações.

Samuel Mendonça
Pub