Breves
Inicio | Igreja | Paróquias de Messines e S. Marcos da Serra também já têm novo pároco

Paróquias de Messines e S. Marcos da Serra também já têm novo pároco

Foto © Samuel Mendonça

As paróquias de São Bartolomeu de Messines e São Marcos da Serra também já têm novo pároco, empossado no passado domingo.

O bispo do Algarve presidiu na igreja matriz de São Bartolomeu de Messines à eucaristia de tomada de posse do padre Eduardo Colocho, de 57 anos, pertencente à Fraternidade da Mãe de Deus (FMD), que substituiu o padre Atalívio Rito, sacerdote da mesma associação privada de fiéis.

Foto © Samuel Mendonça

“A Fraternidade da Mãe de Deus, instituto a que eles pertencem, achou por bem propor-me esta mudança de pároco”, começou por explicar D. Manuel Quintas, sobre a nomeação que fez no passado mês de julho.

O prelado lembrou que o padre Eduardo Colocho foi o primeiro sacerdote por si ordenado em 2004, tendo sido incardinado na Diocese do Algarve porque a Fraternidade da Mãe de Deus não possui ainda o reconhecimento de direito pontifício pela Santa Sé e por isso não pode incardinar padres.

Foto © Samuel Mendonça

O novo pároco, natural de El Salvador, para onde seguiu para trabalhar no ano seguinte à sua ordenação, regressou no último ano à comunidade de Onuva, da FMD, em Puebla del Río, Sevilha.

D. Manuel Quintas manifestou ainda gratidão ao padre Atalívio Rito pelo tempo em que esteve à frente daquelas paróquias e também pelos quase 25 anos de trabalho nas paróquias do concelho de Alcoutim.

Foto © Samuel Mendonça

Aos paroquianos pediu que acolham o novo pároco. “Coração, alma e casas abertas ao novo pároco que vem servir-vos”, exortou na eucaristia em que administrou o sacramento do Crisma a 10 jovens.

No final da celebração, um dos jovens crismados agradeceu, em nome da paróquia, ao padre Atalívio Rito pelo serviço prestado e uma acólita deu as boas-vindas, em nome da paróquia, ao novo pároco.

Foto © Samuel Mendonça

O novo prior dirigiu no final uma palavra aos paroquianos, lamentando a sua dificuldade em falar português e garantindo a sua determinação em aprender. “Peço-vos um pouco de paciência, mas vou esforçar-me para aprender português o mais rápido possível”, afirmou em espanhol.

Foto © Samuel Mendonça

“Em primeiro lugar, [gostaria de] dar graças a Deus por esta nova experiência. Conto com as vossas orações para que o Espírito Santo me fortaleça e me ilumine para que, juntamente com a comunidade de Onuva que preside esta paróquia e à de São Marcos, possa prestar o meu melhor serviço com todo o amor, carinho e humildade. Espero fazer um bom trabalho, o melhor que eu consiga. Sou um ser humano limitado, no entanto move-me o amor que tenho a Deus para fazer o que Ele me pede”, afirmou, agradecendo ao bispo do Algarve a “confiança depositada” em si. “Espero não defraudar em nada. Obrigado a todos por me receberem e acolherem desta maneira. Que Deus vos abençoe a todos e abençoe as nossas paróquias. Que a glória seja para Deus”, acrescentou.

Foto © Samuel Mendonça

Na eucaristia foram ainda feitas as leituras da provisão de nomeação e do auto (ata) da tomada de posse do novo pároco, que o assinou, tendo também recebido as chaves das igrejas e renovado as suas promessas sacerdotais.

Foto © Samuel Mendonça

Esta foi a última tomada de posse dos novos párocos nomeados este ano pelo bispo do Algarve.

Verifique também

Igreja do Algarve apresenta Programa Pastoral 2019/2020 em Assembleia Diocesana

O Programa Pastoral da Diocese do Algarve para o ano pastoral 2019/2020, sob o tema …