Pub

A empresa Orbitur, que detém na região quatro parques (Sagres, Lagos, Quarteira e Ilha da Armona), decidiu mesmo reajustar a sua política de preços e está a lançar promoções com descontos para os membros do seu clube.

Comparativamente ao ano anterior, a Orbitur está a registar uma quebra de 5 por cento nas reservas para o mês de julho e de 8 por cento para o mês de agosto, sendo visível a redução de reservas de portugueses, comparativamente ao ano passado.

Uma das administradoras da Orbitur, Beatriz Santos, refere que o clima de “instabilidade” e “incerteza” está a retardar as decisões das pessoas e a “potenciar as ofertas ‘last minute’, numa tentativa de captação de clientes”.

O desemprego, os cortes nos subsídios, as variações constantes nos preços de combustíveis e as portagens são fatores que “influenciam negativamente a decisão de férias dos portugueses”, acrescenta, prevendo ainda uma redução nos períodos de férias, em número total de dias por agregado familiar.

De acordo com a coordenadora do Parque de Campismo de Olhão, gerido pelo Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas, as expectativas são semelhantes, sobretudo porque a maioria dos clientes são os portugueses e os espanhóis.

“Mediante a atual conjuntura económica do país, assim como a de Espanha, as expetativas para o verão são de alguma incerteza, mas poderá existir a afluência de outro tipo de utentes que habitualmente ficariam em hotéis”, refere Margarida Silva.

A maior taxa de ocupação no parque, com capacidade para 2.000 pessoas, regista-se na primeira quinzena de agosto, altura em que chega a ficar lotado, mas tendo em conta as quebras registadas em 2011, as perspetivas para este ano não são animadoras.

A direção do Parque de Campismo da Ilha de Tavira, que reabriu na sexta-feira, espera uma redução “moderada” no número de hóspedes, apesar de ainda ser cedo para fazer estimativas, disse Isabel Batista.

A previsão em termos de reservas é difícil de quantificar, pois naquele parque só se fazem reservas para as 80 tendas destinadas a aluguer e prontas a utilizar. Além dessas tendas já equipadas, existem ainda 1.550 lugares para outras tendas.

Liliana Lourencinho com Lusa

Pub