Pub

Batata_doceCaipirinha, pastel de nata ou feijoada com batata-doce são iguarias que constam no cardápio do festival gastronómico de Aljezur, que durante três dias celebra um produto com Identificação Geográfica Protegida.

Comprar batata-doce ensacada, degustar o tubérculo assado em forno de lenha ou comer batata-doce frita às rodelas com canela e açúcar são alguns dos ‘clássicos’ que se podem experimentar no festival, que decorre entre sexta-feira e domingo, no espaço multiusos de Aljezur, Igreja Nova.

Em declarações à Lusa, o vereador com o pelouro dos Eventos na autarquia adiantou que nesta edição vai também ser lançado o pão de batata-doce e a caipirinha de batata-doce, prevendo-se, nos três dias, entre 40 a 45 mil visitantes.

Segundo António Carvalho, estão preparadas 32 toneladas de batata-doce para serem vendidas das mais variadas formas no festival, seja em receitas de pratos principais, seja em forma de doces ou em bebidas.

António Carvalho referiu que no recinto pode ainda degustar-se couvada de batata-doce – couve com carnes, enchidos e batata-doce, que coze durante horas -, e polvo da Arrifana ou feijoada também com o tubérculo.

Os doces caseiros com batata-doce como pudim, pastel de nata (com creme de batata-doce em vez de nata), bolo com amêndoa ou tarte com medronho são outros produtos presentes no evento, tal como a aguardente de batata-doce com mel.

No sábado à tarde, haverá um conjunto de dez chefes de culinária a confecionar novas receitas com o produto, adiantou o vereador, sugerindo ainda a prova de chocolate recheado de batata-doce.

O festival da batata-doce é o evento gastronómico que “marca a região” a sul do Tejo nesta altura do ano e ajuda ao desenvolvimento do concelho, que tem um produto Identificação Geográfica Protegida, “uma classificação única no país”, referiu António Carvalho.

Segundo o vereador, a batata-doce e a sua transformação tem vindo a ajudar à subsistência da população de Aljezur, tanto ao nível de emprego na agricultura, como na transformação.

As entradas dos visitantes no festival e o estacionamento são gratuitos.

Pub