Pub

O diretor do SDPV lembra que esta é a “pastoral da transversalidade” porque está “presente em todas as áreas” da ação pastoral, “preocupada em ajudar os jovens – rapazes e raparigas – a discernirem a sua vocação batismal, que não exclusivamente para a vida religiosa ou para a vida presbiteral”.

Em declarações à FOLHA DO DOMINGO, o padre Pedro Manuel evidencia que “as vocações não são algo que as equipas do Seminário ou do Secretariado das Vocações vão encontrar”. “São aquelas perguntas que as próprias comunidades nos apresentam e que, espero, acompanhemos e ajudemos a discernir”, complementa.

O sacerdote considera que, neste ano de 2011-2012, há uma “redução” no programa do SDPV. “Durante os primeiros três anos procurámos que fosse um programa abrangente para ter uma «presença». Agora procuramos que seja um programa mais direcionado e especificado”, justifica.

Uma das prioridades foi encontrar animadores em cada paróquia algarvia que se tornem “antenas” da Pastoral Vocacional, uma tarefa cumprida na Assembleia Diocesana do passado dia 15 de outubro. “Queremos que, em cada paróquia, haja uma «sentinela» que sintonize connosco, a quem possamos enviar as atividades para sensibilização”, explica o padre Pedro Manuel.

As atividades propriamente ditas, têm início já a 28 e 29 deste mês com a participação no Fórum Vocacional que tem lugar em Fátima. Para além desta iniciativa, o SDPV promove nos meses seguintes “Uma manhã com Maria”, constituída por workshops, a realizar para os jovens do sotavento e centro algarvio no dia 5 de novembro, no Seminário de Faro, e, no dia 3 de dezembro, para os jovens do barlavento algarvio, em Silves.

Em janeiro, no dia 21, haverá uma reunião para os animadores da Pastoral Vocacional no Seminário de Faro, a partir das 10h e, no dia 27, têm início as “Experiências por um dia”. Estas atividades consistem em proporcionar aos participantes um dia ou mais de vivência como consagrados. “Seminarista por um dia” realiza-se no Seminário de Faro, de 27 a 28 de janeiro; “Missionário por um dia” realiza-se na casa das Missionárias da Caridade, em Faro, no dia 11 de fevereiro; e “Carmelita por um dia” realiza-se no Carmelo do Patacão (Faro), de 10 a 11 de março.

O SDPV assinala ainda a Semana de Oração pelas Vocações com três vigílias de oração, sempre com início pelas 21h. A primeira realiza-se na abertura daquela semana, a 21 de abril, na Sé de Faro, a segunda, será cantada, no dia 24 de abril, na igreja de Nossa Senhora da Alegria, em Vilamoura, ocasião que servirá também para o lançamento do canal do SDPV no YouTube, e a terceira no encerramento da mesma semana, a 28 de abril, na igreja matriz de Portimão.

O SDPV promove ainda, no dia 12 de maio, a “Pedalada com Deus”, um percurso de bicicleta realizado de manhã, do Poço Barreto até São Lourenço do Palmeiral, no concelho de Silves, e no dia 2 de junho o “Dia D” no Centro Pastoral e Social de Ferragudo.

O mesmo secretariado da Diocese do Algarve promoverá ainda, trimestralmente, uma participação semanal nas aulas de EMRC – Educação Moral e Religiosa Católica, a realizar de 14 a 18 de novembro, de 13 a 17 de fevereiro e de 14 a 18 de maio, através da qual o padre Pedro Manuel sensibilizará para este setor da pastoral da Igreja.

Outra das iniciativas significativas da Pastoral Vocacional para este ano são quatro campos missionários a juntar a uma peregrinação a pé a Santiago de Compostela (Espanha), também de caráter missionário, atividades designadas “Missões de Verão”. Um dos campos de missão realizar-se-á na segunda quinzena de julho, na casa das Missionárias da Caridade, em Faro; outro, durante um mês das férias letivas, no Perú, em colaboração com as Carmelitas Missionárias; outro em Moçambique, em colaboração com as Franciscanas Missionárias de Maria, para trabalho em dois orfanatos; e o quarto em Timor, no Centro Padre António Vieira, entregue aos cuidados da Companhia de Jesus (jesuítas).

A caminhada ao santuário espanhol irá realizar-se também durante um mês.

Samuel Mendonça

Pub