Pub

Num requerimento parlamentar, o deputado José Soeiro explica que, na resposta a uma pergunta anterior, Ana Jorge "informou que a Planificação Funcional Básica do Novo Hospital de Alta Resolução – Hospital Ligeiro de Lagos estaria em apreciação na Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve".

Mas o deputado afirma que, "na verdade a ARS Algarve aguarda parecer da Unidade Operacional de Investimento, Instalações e Equipamentos da Administração Central do Sistema de Saúde para dar sequência ao processo".

"A senhora ministra não responde, entretanto, a uma questão crucial que é a de se saber para quando se prevê o inicio das obras apesar de serem reconhecidas as condições lamentáveis em que são obrigados a trabalhar os profissionais de saúde que trabalham no velho hospital bem como as dificuldades de acessibilidade ao mesmo", sublinha o deputado.

O PCP diz ainda que não ser dado “um esclarecimento da maior importância, que é a disponibilidade do Governo para assegurar o reforço do capital estatutário do Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio” com os 27 milhões de euros necessários para o investimento.

Por isso, o PCP quer saber "quanto tempo terá ainda que esperar a população do Barlavento Algarvio pelo parecer da Unidade Operacional de Investimentos, Instalações e Equipamentos da Administração Central do Sistema de Saúde" e quando é que a ministra "pensa que poderá ter início a construção efetiva do Novo Hospital de Lagos".

O PCP quer ainda que Ana Jorge responda quando é que o governo vai "reforçar o capital estatutário do Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, conforme solicitado pela Administração" do mesmo.

Lusa

Pub