Pub

O sacerdote, de 76 anos, natural de Pínzio, concelho de Pinhel (Guarda), da Congregação dos Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria (claretianos), veio para o Algarve, há 32 anos, trabalhar primeiro para a paróquia de Odiáxere e depois para Alvor, à qual juntou, desde 2001, a colaboração no vicariato da Pedra Mourinha.

D. Manuel Quintas agradeceu todos esses anos de dedicação à Igreja algarvia e destacou o objetivo daquela celebração, participada não só por muitos membros da paróquia anfitriã e das comunidades de Montes de Alvor, Penina e Pedra Mourinha, onde o sacerdote homenageado colabora com o padre Manuel Honorato Antunes, mas também de Odiáxere e da sua terra natal. “Esta Eucaristia é essencialmente de ação de graças pelo dom do sacerdócio que o Senhor concedeu ao senhor padre Marques”, explicou o bispo do Algarve, que lembrou o percurso do padre Leitão Marques desde a sua ordenação em Inglaterra.

O bispo diocesano destacou ainda que aquela celebração “diz-nos como é importante crescemos no apreço pela figura do sacerdote e sermos mediadores de Deus no despertar desta vocação de consagração na Igreja”. “A Igreja precisa de sacerdotes porque precisa de Eucaristia. Sem sacerdotes não há Eucaristia e sem Eucaristia não há Igreja”, evidenciou o prelado, apelando à oração pelas vocações consagradas.

Aproveitando a presença de vários claretianos, particularmente do padre Artur Teixeira, superior provincial daquela congregação, D. Manuel Quintas agradeceu a sua presença na Diocese do Algarve, manifestando o desejo de “continuar a contar” com a colaboração daquele instituto religioso.

O sacerdote aniversariante, que é também capelão do Hospital do Barlavento e responsável pelo Setor da Pastoral do Turismo da diocese algarvia, agradeceu a presença de todos e manifestou a sua disponibilidade para continuar a servir.

Ao sacerdote foi entregue, pelo bispo do Algarve, o documento atestatório da bênção apostólica que lhe concedeu o Papa Bento XVI, invocando a “abundância das graças divinas” por ocasião do seu 50º aniversário de ordenação sacerdotal.

Samuel Mendonça
Pub