Pub

O sacerdote algarvio, com o cargo de tesoureiro, integra a equipa, eleita no passado dia 21 de fevereiro, que é composta ainda pelo padre Geraldo Morujão (vice-presidente), pelo padre José Carlos Carvalho (secretário) e pelo frei Fernando Ventura (vogal).

A nova associação, além de promover o “diálogo ecuménico com base no estudo comum da Bíblia, visa colaborar no campo internacional com organizações congéneres”, refere a Agência Ecclesia.

Da numerosa lista dos membros efetivos da ABP fazem parte seis bispos e vários biblistas de norte a sul do país, entre os quais o padre Mário de Sousa.

O primeiro projeto da associação – sob proposta da Conferência Episcopal Portuguesa – é “fazer uma nova tradução da Bíblia, para uso na liturgia, na catequese e nos textos oficiais da Igreja”, explica a Agência Ecclesia. O padre Mário de Sousa foi ainda indigitado, como representante da ABP, para a equipa motora responsável por este trabalho.

A Conferência Episcopal Portuguesa aprovou os estatutos da ABP em abril último, na assembleia plenária.

Redação com Ecclesia
Pub