Pub

O alerta foi dado às 16:25 por um cidadão que estava no local, mas segundo o responsável da capitania local a pessoa que deu a informação às autoridades terá interpretado mal a situação.

“As pessoas não estavam em perigo e acabaram por sair da zona pelo seu próprio pé”, disse à Lusa o comandante Cruz Martins, acrescentando que o dispositivo foi entretanto desmobilizado.

As autoridades tinham deslocado para a área uma equipa da Polícia Marítima e elementos dos Bombeiros de Vila do Bispo, que, ao chegar ao local, se aperceberam de que não havia perigo.

O helicóptero destinado a situações de resgate já estava de prevenção caso fosse necessário, mas acabou por não ser acionado.

Na zona, de difícil acesso, não existe rede de telemóvel, o que dificultou a comunicação entre os postos de comando e as equipas no terreno.

Lusa

Pub